Cadeirante na chuva: vamos trocar dicas de sobrevivência?

 

Se você é cadeirante ou tem mobilidade reduzida, já passou por inúmeros apertos em dia de chuva, é claro! Que tal trocarmos dicas para reduzir os problemas? Vem pra cá!

 

Está chovendo? Nem sempre temos a opção de ficar em casa. E, quando estou viajando, só fico no hotel se eu estiver doente -- ou se a chuva trouxer riscos.

Às vezes não dá para evitar, e temos de sair mesmo com chuva. Então, é preciso se proteger…

 

Não tem jeito de negociar com a natureza: chuva é algo necessário, a gente sabe. E até gostoso, quando dá pra ficar debaixo das cobertas, vendo filme, tomando vinho com a pessoa querida. Até caminhar na chuva é bom, quando estamos inspirados e não corremos riscos!

Mas chuva não é bom quando as calçadas estão esburacadas, quando as ruas não estão asfaltadas ou a pavimentação não tem qualidade, quando o revestimento do piso não é antiderrapante ou quando o passeio tem aquelas lindas pedras portuguesas que se soltam e se transformam em armadilhas. E, claro, é terrível quando há alagamentos.

Isso tudo vale para qualquer pessoa. Mas o que dizer quando estamos de muletas ou cadeira de rodas? Aí, sim, o desafio pode ser bem maior do que a gente precisaria para treinar para as Paralimpíadas. E isso poderia ser diferente? Com certeza!

 

Falta de presença do poder público

 

Para começar, poderia ser diferente se: tivéssemos transporte público adaptado e de qualidade; as cabines de espera dos ônibus tivessem espaço para a cadeira de rodas (sim, no Brasil os cadeirantes ficam na chuva); as calçadas estivessem em boas condições e por aí vai.

No cotidiano, vamos fazendo o que é possível para lutar por uma cidade melhor. Enquanto isso, o que fazer para minimizar os problemas?

 

Dicas para enfrentar a chuva

 

Aí, a gente forma uma rede de ajuda para trocar experiências, não é mesmo? Vamos lá!

 

(1) Se você não está com imunidade fortalecida, é melhor evitar a chuva, principalmente se o dia estiver frio e se estiver ventando, para não correr risco de se resfriar. Uma alternativa, se você não estiver de carro, é pedir ao motorista de táxi, Uber ou Cabify que entre em sua garagem e, no desembarque, pare dentro da garagem do local aonde você for. É assim que eu faço.

(2) Proteção para a cabeça é fundamental. Use um boné ou um chapéu. Outra opção é um casaco impermeável com capuz. Nada de coisa feia, por favor; dê seu jeito para ficar charmosa ou charmoso também debaixo de chuva.

 

Chapéu ajuda muito! Muitas vezes uso também o capuz por baixo. Na foto, estou com minha mãe, em Lisboa.

Chapéu ajuda muito! Muitas vezes uso também o capuz por baixo. Na foto, estou com minha mãe, em Lisboa.

 

(3) Os pés precisam estar protegidos. Opte por usar uma meia que proteja sem apertar, bota impermeável ou galocha (que é de PVC) e calça de tecido mais resistente à chuva. Dica: eu uso um impermeabilizante para couro, a fim de que as botas fiquem mais protegidas. Isso porque às vezes pego muita chuva, principalmente quando viajo. O impermeabilizante forma uma barreira protetora, repelindo líquidos. Além disso, uso uma legging tipo segunda-pele por baixo da calça jeans, para proteger ainda mais.

 

Na foto, estou com o Guile em Newcastle. Observe o tipo de bota que estou usando. Ela é de couro, mas, mesmo sendo impermeável, ainda usei um spray impermeabilizante para reforçar!

Na foto, estou com o Guile em Newcastle. Observe o tipo de bota que estou usando. Ela tem o cano mais alto, é de couro, e, mesmo sendo impermeável, ainda usei um spray impermeabilizante para reforçar!

 

 

Esta bota é para causar. Adorei. Peguei semana passada, no Facebook da Petite Jolie, que é uma marca que eu gosto muito.

Esta bota é para causar. Adorei. Peguei a foto esses dias, no Facebook da Petite Jolie, que é uma marca que eu gosto muito. É de PVC, portanto impermeável.

 

 

(4) Capa de chuva para cadeirante não é algo simples de se encontrar, mas você pode mandar fazer. Na falta dela, use um casaco impermeável com ou sem capuz.

 

Encontrei esta capa no Google Imagens, mas existem capas à venda no Brasil. Clique aqui para ver uma na loja Como Ir.

Encontrei esta capa no Google Imagens, mas existem capas à venda no Brasil. Clique aqui para ver uma na loja Como Ir.

 

 

(5) Pescoço protegido é uma boa coisa. Use uma echarpe ou um cachecol.

Pescoço desprotegido? Jamais! Na foto, uso o cachecol do Guile, que ele me cedeu por compaixão, já que eu tinha deixado o meu no hotel, e estava gelado em Londres...

Pescoço desprotegido? Jamais! Na foto, uso o cachecol do Guile, que ele me cedeu por compaixão, já que eu tinha deixado o meu no hotel, e estava gelado em Londres…

 

 

(6) Se você usa cadeira manual, tenha luvas de couro, porque não é possível empurrar os aros molhados sem correr sérios riscos. Isso, se você conseguir empurrá-los, porque eles ficam escorregadios. As luvas de couro resolvem.

(7) Se você usa cadeira motorizada, proteja o joystick com um saco plástico.

(8) Quem tem mobilidade reduzida, precisa prestar atenção para que o solado do sapato seja antiderrapante. E quem usa muletas precisa contar com excelentes ponteiras de borracha, para evitar quedas. Eu já caí algumas vezes em calçada de mosaico português, quando me locomovia usando muletas canadenses.

 

Bem, estas são as dicas que tenho. E você? Tem alguma outra para compartilhar? Deixe aí nos comentários! E confira os links do Para saber mais.

 

Encontrei este guarda-chuva no Mercado Livre. Parece bacana, mas certamente não funciona quando há vento...

Encontrei este guarda-chuva no Mercado Livre. Parece bacana, mas certamente não funciona quando há vento…

 

Será que um tipo como este funciona para cadeirantes? Esta moça está de bicicleta...

Será que um tipo como este funciona para cadeirantes? Esta moça está de bicicleta…

 

Ah, o mosaico português, como escorrega... (Foto tirada por mim na Rua Augusta, em Lisboa)

Ah, o mosaico português é lindo, mas como escorrega… (Foto tirada por mim na Rua Augusta, em Lisboa)

 

Ajuda de andante é ótimo, mas os dois acabam molhando, não tem jeito...

Ajuda de andante é ótimo, mas os dois acabam se molhando, não tem jeito…

 

 

 

Para saber mais

 

Cadeirantes em dias chuvosos

Cadeirante, lama e buracos | G1

Suporte de guarda-chuva para cadeira de rodas

Guarda-chuva do futuro

BH Legal | Chove, chuva

 

Compartilhe

One Comment

  1. Pingback: Dicas para dias chuvosos – Sensibiliza uff

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *