Procedimento exemplar de motorista de ônibus com usuário cego

 

Aconteceu em Belo Horizonte e é preciso divulgar, porque o que é bom tem de ser espalhado, para ver se contagia, não é mesmo? Que o comportamento desse motorista seja divulgado e se torne padrão para os demais, é o que desejamos.

 

O motorista Lucas, à direita, sendo parabenizado por Isac Nilton , da GCETT, pelo seu tratamento com os usuários deficientes visuais. (Foto do boletim da BHTrans. Autor: Lorivaldo Alves)

 

Um usuário do SIU Mobile*, que é um aplicativo que exibe a previsão de chegada dos ônibus de BH na parada escolhida, entrou em contato com a gerência do app para elogiar um motorista de ônibus por seu atendimento exemplar. Vejam:

 

“Olá meu nome é Francisco Soares. Estou passando para elogiar o comportamento do motorista Lucas. Dados do veículo, retirado do SIU Mobile: (dia 06/10/2017 07:55:05. Parada: Avenida Augusto de Lima, 1143. Número do veículo avisado: 40203, linha 2102). E por que estou elogiando? Porque ele fez exatamente o procedimento padrão do SIU Mobile.

Não é a primeira vez que isto ocorre. Sempre que pego carro com ele, é a mesma coisa. Hoje, dia 06/10/2017, como sou deficiente visual, enviei uma mensagem que ia pegar o carro que ele estava.

Então o que ele fez: 1. Parou o veículo exatamente na minha frente; 2. Falou o número da linha, no caso, 2102 para eu saber que aquele era meu ônibus.

Parecem dois passos simples, não é? Mas faz toda diferença para nós cegos. Se o motorista que recebe a mensagem, para o ônibus longe do deficiente visual, ou não interage com ele, fica impossível saber que aquele é o carro desejado.

Infelizmente, poucos motoristas fazem como o Lucas. Alguns param o carro longe demais, outros não interagem com o deficiente visual. Alguns motoristas até falam nosso nome quando a gente entra no carro. Mas aí não adianta mais, porque a finalidade da mensagem é notificar o motorista, para que ele ao chegar no ponto, faça como o Lucas: pare o ônibus próximo ao deficiente visual e interaja com ele, dizendo o número da linha.

O motorista que faz isto, torna-se nossos olhos e facilita muito a vida do deficiente visual em pegar ônibus. Nós cegos sabemos que o motorista já presta a atenção em diversas situações. Trânsito, passageiro, painel do carro, sinalização dentre outras coisas. Então alguns motoristas podem estar pensando: que chato, mais um trabalho! Mas o comportamento como este do motorista Lucas faz muita diferença no dia a dia de nós cegos. Porque assim, não precisamos de ficar pedindo às pessoas para parar ônibus para nós.

Muitas vezes elas vão embora, não avisam que estão indo, o carro que queremos passa sem a gente saber. Aí o resultado é igual ao de todo mundo quando perde um ônibus: ficamos chateados, chegamos atrasados na aula, no trabalho, ou em outro compromisso. Afinal, o deficiente visual tem as mesmas necessidades das pessoas que enxergam. Por isto, mais uma vez, parabéns Lucas pelo procedimento exemplar ao receber a mensagem do SIU Mobile!

E peço: 1. que esta mensagem chegue a até ele; 2. que seja repassada aos dirigentes da empresa que ele trabalha; 3. que o seu comportamento seja divulgado e torne padrão para os demais motoristas. Muito obrigado!”

 

Resultados da mensagem

 

Os fiscais da GCETT (Gerência de Controle e Estudos Tarifários) se encontraram com o motorista Lucas, da linha 2102, para parabenizá-lo e pedir que ele seja um multiplicador dessa ideia e desse comportamento.

A equipe da GCETT faz a fiscalização do SIU Mobile de duas a três vezes por semana, para conferir se as mensagens enviadas através do módulo de PcD do aplicativo, solicitando o embarque, estão sendo recebidas pelos motoristas.

Parabenizo o motorista Lucas pelo seu comportamento e desejo que o acontecimento motive os colegas a terem essa atitude respeitosa e comprometida com os bons resultados do uso do aplicativo. E parabenizo o usuário que encaminhou a mensagem pela sua iniciativa, porque assim podemos trabalhar divulgando também boas ações, e não apenas protestando.

*Para saber mais sobre o SIU Mobile, clique aqui.

 

Nota: Estas informações foram colhidas no Circulando, boletim da BHTrans de 20/10/2017, encaminhadas por Júnior, funcionário da empresa. Obrigada por enviar!

 

Compartilhe

2 Comments

  1. Muiiito bacana! Que bom seria se todos fossem como o motorista Lucas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *